domingo, 3 de abril de 2011

Sem acordar

















eu que sou tão bom em sonhar
não posso dormir pra sempre
se fosse possível não acordar
e permanecer o sonho

eu poderia ir mais longe
entrar na tua pele
fluir pelos teus ossos

olha, o sol da tarde engana
faz parar e admirar toda maravilha
de um dia seu que foi embora

Sem lirismo a rotina faz cansar
Mesmo eu bom sonhador
Uma hora é preciso acordar

Então o sol do manhã vem
ironicamente menos admirável que o da tarde

é um dia seu que chega
uma porta que se abre
na rotina sem lirismo
sem o fogo nem o vento

é a terra quem comanda
se a agua não vier pra destruir
Meus pedaços se espalham
para em teus ossos fluir

Tua pele me recebe
e meus olhos bem abertos
sonham sem estar dormindo
então eu posso ir mais longe
mesmo estando aqui tão perto

 ***

Um comentário:

  1. abrir os olhos dói, mas é compensador, libertador!
    vale pagar!

    ResponderExcluir